quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Ajuda a votação em 2010 para qualquer cargo

Aqui vão alguns endereços que podem nos ajudar nessa empreitada.

http://www.eulembro.com.br/(site com informações, notícias e tudo que seu candidato andou fazendo nos últimos anos)

http://www.votoaberto.com.br/extratoparlamentar/ (ferramenta para calcular afinidade política entre eleitor e candidatos a deputados federais)

http://www.votenaweb.com.br  (ajuda o cidadão a se informar sobre o trabalho dos parlamentares e oferece um canal para as pessoas expressarem sua opinião)

http://www.votoconsciente.org.br/ e http://www.votoconsciente.org.br/site/uploads/COLA%20DO%20VOTO_PDF_17_08_10.pdf ("cola do voto" a ser impressa pelo eleitor com espaço para colocar o nome, o número do candidato e o e-mail do candidato, para que o cidadão se lembre em quem votou e entre em contato para cobrar a concretização das promessas, caso o político seja eleito)

http://www.youtube.com/watch?v=ix-WoObc4yw&feature=player_embedded (explica a regra para haver segundo turno)

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Registros de todos os candidatos em todo o Brasil.2010

Sabes que 1 voto vale por 2

01 voto vale por 02
EX:
Se ha 10 eleitores dispotos a votar em "A" e 10 em  "B" implica num empate !
Um   passando de A para B ficara 11 a 9 => diferença 2
Dois passando de A para B ficara 12 a 8 => diferença 4  .
.....
Cinco passando de A para B ficara 15 a 5 => diferença 10
Estas vendo?
O mesmo é com qualquer canditato.

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Sufrágio com fichas limpas e sujas

Sufrágio.
A responsabilidade pela escolha e/ou divulgar a quem não sabe é nossa independe de serem fichas limpa ou suja. Decisão do supremo, imposição de lobbies não impede nossas escolhas. Basta não votar em quem esta sujo e já aprova a lei, e mostra o que se quer. Agora culpar os ‘”Ministros” escolhidos por políticos por reeleições de tipos que já deviam estar presos e votar neles é culpa nossa. Vamos fazer valer a nosso voto, evitando a entrada ou volta de picaretas, Faça um gol pela democracia de nosso Brasil.. Jose de Mendonça  Simões – Graças Recife-

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Assista O governo federal sofreu, uma derrota no Supremo Tribunal Federal (STF) para APOSENTADOS 1889 e 2003

 
 
 
 BRASÍLIA – O governo federal sofreu, na quarta-feira passada, uma derrota no Supremo Tribunal Federal (STF) que deve levá-lo a pagar, retroativamente, uma diferença a todos os aposentados que deixaram a ativa até 2003 recebendo benefício próximo ao teto do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A decisão dos ministros obriga a Previdência a ressarcir um único beneficiário, mas consolidou o entendimento da mais alta Corte – o que deverá resultar em ganho de causa a qualquer aposentado que venha a pedir o retroativo na Justiça daqui em diante. Segundo cálculos da Advocacia-Geral da União (AGU), cerca de 1 milhão de segurados podem ser beneficiados.
Na sessão, os ministros do STF negaram recurso do INSS contra uma decisão da Justiça obrigando o instituto a fazer pagamento retroativo a um beneficiário que pedia que sua aposentadoria fosse corrigida de acordo com o novo teto fixado pela Emenda Constitucional 20 de 1998 – nome dado à reforma da Previdência do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Com a mudança, o teto de R$ 1.081,50 subiu para R$ 1.200.
No entanto, para evitar pressão sobre os gastos, o Ministério da Previdência editou na época uma norma estabelecendo que os benefícios concedidos antes da mudança da Emenda 20 não deveriam sofrer alterações. Ou seja, os benefícios foram limitados ao teto anterior.
Depois disso, em 2003, o teto da aposentadoria teve novo reajuste, para R$ 2.400, na reforma da Previdência realizada no primeiro ano do governo do presidente Lula. Mas, de novo, esse aumento só valeu para quem se aposentou após a mudança. Por isso, para o Ministério da Previdência, o retroativo deverá contemplar, em tese, quem se aposentou até 2003.
A decisão – que só contou com o voto contrário do ministro Dias Toffoli – tem repercussão geral. O que significa que outras instâncias da Justiça deverão tê-la como jurisprudência para futuras decisões. Existe a possibilidade considerada alta de que o Supremo Tribunal Federal edite uma súmula vinculante sobre o tema, ou seja, uma forma única de a Justiça decidir sobre o caso.
O INSS tem atualmente 23 milhões de beneficiários. Na prática, quase ninguém consegue receber pelo teto porque as contribuições feitas ao longo da vida pelo contribuinte não acompanham os valores que vão sendo fixados pelos reajustes.
Não há cálculos do INSS e da Advocacia-Geral da União sobre o impacto da medida nos cofres públicos. Segundo a assessoria da Previdência Social, não cabe mais recurso e o órgão perdeu a disputa.
 
 
 
 

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

STF dá VITÓRIA DOS APOSENTADOS

VITÓRIA DOS APOSENTADOS

STF confirma aplicação de novos tetos das EC 20/98 e 41/2003 a aposentadorias anteriores às suas edições.
Aposentados 09/09/2010

Em julgamento realizado pelo Plenário do SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL na seção de 08/09/2010 (Recurso Extraordinário nº. 564.354), por maioria de votos, os aposentados e pensionistas, representados pela COBAP, que atuou no processo na condição de ‘Amicus Curiae’, obtiveram vitória em tese jurídica que atinge cerca de 1,2 milhões de benefícios.
Na decisão, o STF negou provimento ao Recurso Extraordinário do INSS, que atacava decisão que permitiu aplicação dos novos tetos de benefício instituídos pelas Emendas Constitucionais nº.s 20/98 (R$ 1.200,00) e 41/2003 (R$ 2.400,00) a benefício que havia sido concedido em data anterior às referidas emendas.

O INSS, na esfera administrativa, havia editado norma interna estabelecendo que aposentadorias anteriores a essas emendas constitucionais, deveriam permanecer limitadas aos tetos anteriores, criando, de forma indireta e em total contrariedade com a Constituição, dois tetos de benefícios, ou seja, duas categorias de beneficiários.
Na prática, a decisão autoriza todos aqueles que se aposentaram antes da edição das Emendas Constitucionais nº.s 20/98 e 41/2003, e que tiveram o salário-de-benefício limitado ao teto da época, a revisar seus proventos, para, então, saber se há diferenças a ser postuladas. É bom se diga que a decisão não implica em reajuste de benefícios, mas sim, recomposição da renda mensal daqueles que sofreram “descarte” de parcela do salário-de-benefício em face da limitação ao teto.

O processo foi relatado pela Ministra CARMEM LÚCIA, sendo que a COBAP apresentou sustentação oral através do Dr. WAGNER BALERA, renomado professor de Direito Constitucional e Previdenciário.

Você aposentado ou pensionista, que em 12/1998 ganhava R$ 1.081,50, ou, em 12/2003, R$ 1.869,34, tem direito à revisão. Procure seu advogado ou sua associação de aposentados e reivindique seu direito.
Vilson Trapp Lanzarini
Advogado
Sócio da Dornelles Advocacia Advogados Associados

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Veja essas dicas de segurança para evitar descuidos , sequestros, roubos em geral

DICAS DE SEGURANÇA E DESCUIDOS
1) As normas de segurança a serem adotadas devem ser decididas em assembléia de condôminos, com ampla difusão para todos os moradores do prédio, sob pena de perderem a eficiência.

2) O acesso de estranhos, sempre que possível, deverá ser restrito a um horário pré-fixado e será precedido das cautelas disponíveis.

3) O pessoal de zeladoria, principlamente aqueles que desempenham funções na portaria do prédio, devem ser alertados para os diferentes expedientes usados pelos delinquentes e devem estar capacitados para tomar providências urgentes quando necessário.

4) As entradas do imóvel - social, de serviço e garagem - devem ser suficientemente iluminadas, evitando-se o uso de obras de arte, de decoração e de jardinagem que obstruam a ampla visão do local à distância.

5) Os acessos aos apartamentos igualmente devem ser dotados de boa iluminação, controlada do interior da residência. As portas devem ser sólidas e guarnecidas de postigos "olhos mágicos" ou outros dispositivos que permitam a observação do vestíbulo.

6) O interfone é de grande valia para que, em caso de emergência, o morador comunique a presença de suspeitos ou de indivíduos indesejáveis em seu "hall" de entrada.

7) Havendo outros prédios contíguos ou próximos, por consenso dos seus moradores, poderá ser instalada uma ligação pelo interfone de suas portarias e ou zeladoria, ou mesmo de um simples alarme sonoro que funcionará como pedido de auxílio nos momentos de perigo.
8) O mesmo alarme sonoro, acústico e ou luminoso poderá ser instalado em casa vizinha, estabelecimento comercial ou simplesmente em local externo, à vista dos moradores das imediações, com divulgação da instalação desse recurso.
9) A seleção de pessoal doméstico e do condomínio deve ser rigorosa, com pesquisa da vida pregressa dos candidatos e criteriosa verificação das fontes de referência. De preferência deve ser mantida a máxima discrição quanto aos valores guardados na casa, existência de cofres, etc.
10) As chaves que forem confiadas a serviçais, não devem abranger todas as portas do apartamento, permitindo-se o isolamento de algumas dependências privadas, mormente durante o repouso noturno. Os empregados podem ser atacados e forçados a abrir as portas de que possua as chaves, surpreendendo os demais moradores.
11) A entrega de encomendas, flores, correspondência, etc, que não tenham sido solicitadas ou que não estejam sendo esperadas deve ser recusadas, ainda que o portador se apresente na companhia de empregados do condomínio.
12) Quando estiver aguardando entrega a domicílio, instrua a portaria para receber as encomendas, evitando a presença de estranhos em seu apartamento. Quando recepcionar pessoas que não conheça, faça-o nas áreas de uso comum do edifício, à vista dos funcionários da portaria.
13) Ao chegar e ao sair, esteja alerta para a presença de estranhos nas imediações de seu prédio. Qualquer suspeita deverá ser comunicada imediatamente à Polícia, que saberá analisar a informação e tomar as providências cabíveis.
14) Se, nada obstante, for surpreeendido por assaltantes, procure manter a calma. Não encare seus atacantes diretamente e nem discuta com eles. Havendo oportunidade, diga que não guarda valores em casa, por exigência do seguro, e que está aguardando visitas.
15) Procure ter à mão a localização e os telefones da Delegacia de Polícia de seu bairro; Em caso de dúvida ligue para 190 e peça ajuda.
16) Se você for interpelado por alguém que se diz policial, exija a exibição de sua cédula de identidade funcional. É um direito seu e sua garantia.


Conselhos para evitar assaltos à residências


1) Acostume-se a trancar sempre portas e portões de acesso de sua casa. Não os deixe abertos inutilmente, ainda que por poucos momentos. Os delinquentes valem-se de nossos descuidos.
2) Procure porteger as janelas e basculantes com grandes sólidas, preferentemente instaladas no lado interno. Faça o mesmo em relação a todas aquelas que possam ser alcançadas através das próprias obras de arte do imóvel, ou com uso de instrumento de escalada.
3) Proteja a porta da cozinha. Isole aquela dependência durante o repouso noturno trancando as portas intermediárias. Aja da mesma maneira quando se ausentar. Os arrombamentos são mais freqüentes através dos acessos dos fundos da casa.
4) Pela manhã, ao acordar, seus serviçais devem ficar atentos à presença de estranhos no quintal e que possam subjugá-los para ganhar o interior da casa. Assim sendo, procure isolar seu dormitório e de seus familiares do restante do imóvel. Não confie à empregada todas as chaves da casa mas somente aquelas necessárias para seu ingresso nas dependências da cozinha e anexos.
5) Procure manter isolado o acesso do sótão da casa, localizando-o de preferência no banheiro ou em outra dependência que possa ficar trancada por fora no período noturno ou durante sua ausência.
6) Esteja alerta à presença de suspeitos nas imediações de sua casa, nos momentos de sua chegada ou na hora de sua saída. Os roubos a residências têm grande incidência nos horários das 07 às 09 horas ou das 18 às 20 horas.
7) Não admita o ingresso de estranhos em sua casa. As credenciais de carteiro, leitores de hidrômetro, entregadores de gás, funcionários das companhias de telefone e de energia elétrica, etc., devem ser devidamente examinadas e, em caso de dúvida, devem ser confirmadas por telefone. Sempre que possível alerte os outros familiares, ou o vizinho mais próximo , quando franquear a entrada de um deles em seu lar.
8) Não guarde valores de monta em sua casa. Faça seguro deles e confie sua custódia a cofres particulares de agências bancárias. Se preferir usar cofres de segurança em sua casa, guarde sigilo quanto a sua existência e localização. Sempre que possível instale mais de um, instalando um deles fora de seus aposentos particulares.
9) Use cães adestrados no lado externo da casa. Cachorros de estimação e/ou de pequeno porte devem ficar dentro de casa, principalmente na área dos fundos, onde poderão dar alarme no caso de tentativa de arrombamento.
10) Ao contratar empregados, dê preferência àqueles que apresentam referências idôneas e que possam ser confirmadas mais facilmente. Se residirem fora do emprego, faça uma verificação de endereço antes de empregá-los. Em caso de dúvida, consulte a Polícia Civil.
11) Não confie armas de fogo a vigias inexperientes e que não tenham comprovado estarem aptos a seu manejo correto e eficiente. Os guardas desavisados e simplórios são presa fácil dos delinquentes que, no primeiro ato, se apossam de suas armas.
12) Mantenha sempre à mão os telefones de emergência da Polícia. Conheça a localização da Delegacia de Polícia de seu bairro. Instrua seus familiares e serviçais de como proceder em caso de perigo iminente ou de simples observação de suspeitos nas imediações.
13) Quando estiver só em sua casa e surgir um estranho que pretenda fazer entrega de encomendas não esperadas (presentes, flores, malas diretas, etc.), não abra sua porta e peça para que volte em outro horário. Se decidir atender, avise pelo telefone um vizinho e peça que ele fique observando o que irá suceder. Havendo outras pessoas na casa, uma delas devidamente resguardada, deve permanecer alerta vigiando o atendimento.
14) Procure manter a entrada de sua casa livre de obstáculos que impeçam sua ampla visão do interior do imóvel. Evite obras de arte, decorações de jardim , etc., que dificultem sua própria observação e também a de seus vizinhos, das áreas de acesso.
15) Se por ventura instalar alarmes sonoros e/ou luminosos, deverá testá-los periodicamente para sua melhor segurança e tembém para que seus vizinhos, devidamente avisados, reconheçam-nos com facilidade e possam ajudar em caso de perigo.
16) Os exaustores e aparelhos de ar condicionado devem ser solidamente presos à base de sustentação que, de sua vez, deve ser cravada em armação de concreto armado que circunde o orifício feito para sua instalação.
17) Use todos os expedientes para dificultar a ação de delinquentes, desde a simples colocação de trincos e travas de segurança nas portas e janelas, até trancas, correntes e cadeados nos pontos mais vulneráveis.

Improvise suas defesas conforme a necessidade, a saber:

a - Colocação de obstáculos internos que impeçam a abertura de portas, quando se ausentar.


b - Distribua aparatos que façam barulho quando as portas e janelas forem forçadas.

c - Em janelas e portas que deslizam sobre trilhos, coloque peças de madeira que impeçam seu deslizamento.

d - Para manter vidraças fechadas faça um furo no ponto em que as partes se superpõem e introduza um prego ou parafuso resistente.


e - Trave os basculantes, ("vitraux") mantendo a manopla presa à haste de acionamento por um cadeado ou mesmo com um arame grosso, apertado com alicate.


18) Procure conhecer seus vizinhos e combinar com eles medidas de auxílio mútuo. A solidariedade é importante nos momentos de perigo.
19) Se, nada obstante, você vier a se defrontar com delinquentes, antes de tudo procure manter-se calmo. Não tente dialogar ou discutir com eles. Não os encare diretamente mas procure memorizar suas características pessoais, maneirismos, trajes, etc...Sobretudo não reaja, sua vida não tem preço.

20) Se você for interpelado por alguém que se diz policial, exija a exibição de sua cédula de identidade funcional. É um direito seu e sua garantia.




Cuidados para evitar seqüestros


- Observe se não está sendo seguido e se não há veículos estranhos parados em sua rua, com pessoas desconhecidas dentro. Repare se há ambulantes atípicos na região ou reparos intermináveis nos fios de telefonia, por exemplo. Se alguma dessas situações acontecer, não entre em casa e procure o posto policial mais próximo.

2 - Evite a rotina. Mude itinerários e horários.


3 - Evite ostentar riqueza, comentar publicamente os valores de seus bens ou seus planos de viagens, dirija um carro comum - eles são menos visados.


4 - Suspeite de telefones desconhecidos solicitando informações sobre nomes dos moradores ouy hábitos da casa. Instrua crianças e funcionários a não comentarem a rotina.

5 - Fique atento nos cruzamentos. Ao se aproximar do farol, reduza a velocidade, para dar tempo de aparecer o sinal verde . Nunca encoste no carro da frente, para ter espaço para manobrar, e prefira o lado esquerdo da pista.

6 - Em viagens rotineiras, procure memorizar postos policiais do caminho. Em caso de problemas mecânicos, evite para em locais pouco movimentados.


7 - Evite levar na carteira cartões de banco, talão de cheque completo (fique com folhas) e a senha eletrônica anotada. Tenha sempre à mão o "dinheiro do ladrão", trocado que podem ser entregues.

8 - Ao descer de seu veículo ou entrar nele, observe se não esta sendo observado. As vítimas costumam ser atacadas no momento em que colocam o cinto ou desviam a atenção da rua para ligar o carro.


9 - Procure manter alguém da família avisado sobre seus horários, rota e tempo estimado de chegada ao destino.


10 - Se você for rendido mantenha a calma e siga as instruções dos sequestradores. Tente prestar atenção ao caminho (nomes de rua, barulhos, cheiros, tempo de percurso). No cativeiro, continue a prestar atenção aos detalhes e seja cooperativo. Tente saber o que puder da vida e dos hábitos dos sequestradores. Não tente fugir.

Obs.:Texto publicado no Jornal Agora São Paulo tendo como fontes Academia de Polícia; DEIC; Disque-Denúncia e "Sequestro...Como se proteger" Conselhos para evitar roubo de cargas}

1) Não dê carona.


2) Não contrate chapas desconhecidos.


3) Não pare em locais ermos para prestar auxílio a mulheres, crianças ou pessoas acidentadas - chame a polícia rodoviária.

4) Não reaja a roubos à mão armada.

5) Não deixe seu veículo sem vigilância, ainda que por poucos instantes, quando se ausentar para tomar banho ou alimentar-se.

6) Não revele a estranhos a natureza de sua carga, seu trajeto a percorrer e seu destino.

7) Não estacione no acostamento para dormir - procure um posto de serviço.


8) Não deixe de examinar as partes vitais de seu veículo, após uma parada regular - alguém pode tentar sabotar seu caminhão.


9) Não viaje armado. Dificilmente você poderá defender-se de um ataque de surpresa, principalmente com o veículo em movimento. Se decidir fazê-lo, esconda sua arma em local seguro e de difícil acesso.


10) Não deixe de fazer marcas pessoais nos principais componentes de seu veículo, que permitam rapidamente sua identificação.

11) Ao notar que algum veículo está seguindo seu caminhão, avise a polícia rodoviária, imediatamente.


12) Esteja muito atento nas imediações do local onde receber a carga, pois é nessa área em que ocorre o maior número de abordagens pelos ladrões.


13) Procure de todas as formas dificultar a escalada de ladrões à cabine de seu caminhão.

14) Prefira servir-se de postos de abastecimento onde tenha amigos ou conhecidos. Na dúvida, escolha aqueles situados na área urbana das cidades do percurso.


15) Viaje no período diurno, reservando o noturno para descanso. Quando necessitar fazê-lo à noite procure formar comboio com outros caminhões.


16) Ao cruzar um outro veículo de carga e notar qualquer comportamento anormal, avise a polícia rodoviária no posto mais próximo.

17) Crie códigos de alerta com seus companheiros de estrada, servido-se dos equipamentos normais de sinalização.

18) Estabeleça regras de acompanhamento com seus patrões ou seus familiares, comunicando-se com eles em intervalos regulares em locais pré-determinados.

19) Sempre que possível obtenha licença legal e instale em seu veículo rádio transmissor da chamada "Faixa do Cidadão", para comunicação permanente com outros motoristas e com os postos da polícia rodoviária.

20) Não obstante, se for surpreendido e dominado por ladrões, procure manter-se calmo, não encare seus roubadores e nem discuta com eles. Tente guardar mentalmente a maior número de detalhes que serão úteis para a investigação policial. Assim que for libertado, dirija-se imediatamente ao posto policial mais próximo, para comunicar a ocorrência.

Conselhos para evitar assaltos a automóveis


1) Para sua maior segurança, habitue-se a dirigir com os vidros fechados, usando o sistema interno de ventilação. Use o cinto de segurança e acione a trava interna de todas as portas. Desta forma você estará preparado para uma freada inesperada, provocada por um obstáculo criado para fazê-lo parar, ou por arremesso de projétil contra o veículo, expediente comuns dos "amigos do alheio".

2) Nos semáforos, pare sempre com a primeira marcha engatada e fique alerta à aproximação de estranhos, mesmo que não lhe pareçam suspeitos.

3) Nunca deixe as chaves no contato de seu carro, ainda que seja por alguns momentos, e acostume-se a trazer consigo suas duplicatas.

4) Se for obrigado a estacionar na via pública, procure fazê-lo em locais movimentados e bem iluminados. Não deixe expostos quaisquer objetos que esteja transportando, trancando-os no porta-malas sempre que possível. Ao descer, certifique-se de que todas as portas estão efetivamente trancadas e não deixe vidros entreabertos.


5) No ato de estacionar, bem como no momento em que retornar para apanhar o carro, esteja atento para a presença de indivíduos suspeitos nas proximidades. Jamais confie as chaves de seu carro aos chamados Tomadores de Conta - flanelinhas ou a eventuais lavadores de automóveis, ainda que os conheça de vista. Há quadrilheiros que se valem de tais pessoas para obterem duplicatas das chaves, que depois servirão para furtar seu veículo.

6) Nunca permaneça no interior de um carro estacionado na via pública. Se isso for necessário, faça-o em local que permita sua ampla visão para todos os lados e esteja alerta à aproximação de estranhos.


7) Nos estacionamentos e em estabelecimentos servidos por manobristas, ao entregar o veículo, procure identificá-los com segurança e exija comprovante em que constem as características de seu carro.


8) Ao chegar à sua casa, se perceber a presença de suspeitos nas imediações, não pare e comunique-se com a polícia. Combine com seus familiares anunciar a sua chegada com leves toques de buzina.

9) Por princípio, evite o uso ostensivo de jóias quando estiver dirigindo e, quando o fizer, mantenha-se permanentemente em alerta, com vidros fechados e portas travadas.


10) Equipe seu automóvel com dispositivos que dificultem a ação de delinquentes, tais como: trava mecânica de pedais e volante, interruptores elétricos e de combustível, alarme, etc. Os ladrões procuram os carros mais fáceis de serem furtados.

11) Não dê caronas a estranhos e não pare para auxiliar outros motoristas em locais ermos e ou horas avançadas. No caso de lhe parecer pessoa acidentada avise a Polícia imediatamente.



12) Se perceber estar sendo seguido por outro veículo, procure agir com naturalidade e dirija-se para artérias de grande movimento onde poderá localizar uma viatura policial e pedir ajuda.



13) Quando for vítima de um abalroamento que lhe pareça haver sido propositalmente provocado por outro veículo, principalmente em local ermo e/ou no período noturno, não pare para constatar os danos. Procure o policial mais próximo e relate o ocorrido.



14) Não traga consigo os documentos originais de seu veículo; utilize-se de cópias reprográficas autenticadas pela repartição de trânsito.



15) Procure não transportar valores em seu carro quando estiver desacompanhado. Se o fizer e um dos pneus se esvaziar sem motivo aparente, ingresse no primeiro local onde puder obter ajuda. Não pare na rua para trocar o pneu avariado.



16) Se o seu carro, depois de haver ficado estacionado na via pública, apresentar um inexplicável defeito que impeça o motor de funcionar, desconfie sempre de estranhos que se ofereçam para prestar providencial ajuda. Trata-se de malandros que querem ludibriá-lo. Chame o socorro de urgência de sua confiança.



17) Os toca-fitas são os acessórios mais visados pelos ladrões. Instale o seu com bandeja removível e leve-o consigo quando deixar seu carro na rua e, se não puder fazê-lo, oculte-o sob um dos bancos ou tranque-o no porta-malas.



18) Quando um veículo é furtado ou roubado sua placas são prontamente removidas e ou substituídas. Procure dotar seu carro de adereços, ocultos ou ostensivos, que permitam sua identificação mais rápida e facilmente.



19) Seu automóvel representa parcela ponderável de seu patrimônio. Acautele-se quando for vendê-lo e não se deixe embair por negógios da China. Sempre que for possível faça seguro contra furto e roubo.



20) Os ladrões se valem de nossos momentos de descuido. Em caso de assalto não reaja, sua vida não tem preço.





Segurança Pessoal nas Ruas



1) Não ande sozinho. Sempre que for possível, não se exponha gratuitamente à ação dos delinqüentes, passeando desacompanhado por locais ermos e ou em horas avançadas. Em uma festa ou reunião espere pela companhia de um amigo para sairem juntos. Uma forma de prudência é antecipar-se ao perigo, prevenindo-se.



2) Quando estiver só, escolha seu trajeto, evitando passar por locais desertos e ou pouco iluminados. Mantenha-se alerta ao cruzar com suspeitos e não pare para atender pedidos que lhe despertem desconfiança. Caminhe junto à guia da calçada e atravesse a rua a qualquer sinal de perigo. Ao pressentir a aproximação de estranhos em atitude suspeita entre no primeiro local habitado que encontrar e peça ajuda.



3) Não carregue consigo grandes importâncias em dinheiro ou outros valores. Se o fizer por necessidade imperiosa, procure guardar o numerário de modo seguro e discreto, evitando grandes aglomerações, onde agem os punguistas e descuidistas, assim como em lugares sem movimento onde poderão roubá-lo. As mulheres devem carregar suas bolsas firmemente seguras entre o braço e o corpo, mantendo a mão sobre seu fecho. Siga diretamente para seu destino quando portar valores, não parando em bares ou casas de diversão.



4) Ao parar em pontos de ônibus procure os que se situam em locais de grande movimento, preferencialmente aqueles localizados à porta dos estabelecimentos comerciais.



5) Quando estiver em um coletivo e este for invadido por ladrões, mantenha-se calmo. Não encare diretamente os assaltantes e nem tente dialogar com eles. Se houver oportunidade de se desfazer de alguns de seus valores, faça-o de maneira a mais dissimulada possível, guardando consigo uma pequena soma de dinheiro. Não reaja, sua vida não tem preço.



6) Não use locais isolados para colóquios amorosos. Os namorados em lugares solitários são presa fácil dos ladrões.



7) Desconfie sempre de estranhos de conversa envolvente que tentem aproximação. Não aceite convites de desconhecidos casuais que venha a encontrar na rua, em bares ou casas de diversão noturnas.



8) Igualmente não se deixe levar pela conversa de estranhos que venham a abordá-lo para propor "negócio da China". São vigaristas, chame o policial mais próximo.

9) Não ande armado. Quam carrega arma de fogo, muitas vezes sem saber usá-la eficazmente, pode ser induzido à prática de atos temerários ante a ação de criminosos.

10) Procure controlar-se nas piores situações. Os assaltantes valem-se do fator surpresa para atacar suas vítimas. Não grite e nem discuta com eles - seu nervosismo poderá aumentar a tensão sob a qual agem e provocar uma atitude mais agressiva em seu desfavor.

Cuidados com as crianças


1) Não converse com estranhos. Diga para procurarem sua família mas não forneça o endereço.

2) Não aceite presentes, balas, chocolates ou outros doces de pessoas que você não conhece. Fale claro que você não quer e se afaste deles.


3) Procure não andar sozinho. Arrume sempre companhia entre seus amigos e se sentir medo ligue para a polícia e explique seu problema.

4) Quando estiver esperando condução para ir para a escola ou para voltar para casa, evite os pontos de parada em locais escuros e sem movimento.


5) Não acredite em estranhos que dizem trazer recado de seus familiares. Peça a uma pessoa amiga que confirme o que estão dizendo.

6) Se for seguido por estranhos na rua, entre na primeira casa habitada e peça socorro.


7) Se alguém o atacar, tentando agarrá-lo, esperneie e grite bem alto muitas vezes pedindo ajuda.

8) Se outras crianças o agredirem para roubar, não resista e entregue o que pedirem. Assim que puder peça ajuda da polícia.

9) Não aceite caronas de motoristas desconhecidos e, quando for chamado por algum deles, não lhe dê atenção e nunca se aproxime do veículo.

10) Quando estiver desacompanhado e alguém o incomodar, querendo por a mão em seu corpo, grite bastante para chamar a atenção das outras pessoas que estão a seu lado.


11) Não atravesse as ruas correndo. Faça-o na faixa de pedestres, preferindo os cruzamentos que tenham semáforos.

12) Se você ainda não consegue guardar na memória o seu endereço ou o telefone de sua família, peça que os escrevam em um cartão e carregue-o sempre consigo.

13) Quando precisar de ajuda, não se acanhe em procurar um policial. Você vai receber apoio e orientação.


Cuidados com cartões de crédito e caixas eletrônicos


1) Não escolha a data de nascimento nem repita o mesmo número várias vezes, como senha de seu cartão magnético. Mantenha sigilo absoluto sobre a sua senha.



2) Nunca guarde o cartão e a senha no mesmo lugar.


3) Não aceite ajuda de pessoas desconhecidas, que lhe ofereçam isenção de tarifas e outras vantagens financeiras. Se desconfiar que elas se fazem passar por funcionários, avise a gerência da agência. Quando necessitar de esclarecimentos, recorra aos funcionários conhecidos ou identificados.

4) Exija que as pessoas atrás de você, na fila, observem os limites das faixas que garantem a privacidade do uso dos caixas eletrônicos. Fique alerta à aproximação de estranhos. Não admita a ação de intrusos ou curiosos quando estiver operando o sistema. Instrua seus familiares e amigos a fazer o mesmo. Os malandros visam de preferência pessoas mais idosas ou aquelas que apresentam dificuldades em lidar com equipamentos eletrônicos.


5) Ao digitar sua senha coloque o corpo bem junto ao teclado, impedindo que seja vista por estranhos que estejam próximos.


6) Não empreste nem ceda seu cartão magnético, em hipótese alguma. Esteja alerta à presença de pessoas suspeitas no interior da cabina ou nas proximidades.



7) Tome especial cuidado com esbarrões aparentemente acidentais, que o façam temporariamente perder de vista seu cartão magnético. Não saia da agência antes de se certificar de que o cartão que lhe foi devolvido é realmente o seu.



8) Solicite periodicamente, extratos da movimentação de suas contas, acompanhando os lançamentos e a correção dos saldos apresentados.



9) Tenha sempre presente que é de sua responsabilidade a preservação do cartão magnético e o sigilo de sua senha pessoal. O uso de seu cartão e de sua senha, dependendo do contrato assinado com o banco, pode dar acesso também às contas de poupança, aplicações, gastos no comércio, retirada de talões de cheques etc.

10) Habitue-se a fazer seus saques com cartão em caixas eletrônicos instalados em locais de grande movimento de pessoas. Procure fazê-los durante o dia, preferencialmente no horário comercial.



11) Se houver necessidade de realizar saques no período noturno, não se dirija sozinho ao caixa eletrônico. Leve um ou mais acompanhantes adultos com você e peça que aguardem fora da cabina, como se estivessem na fila. Completada a operação, divida o numerário entre seus diversos bolsos e abandone o local o mais rápido possível. Estas cautelas também são válidas para fins de semana e feriados.

12) Não acredite em tragédias familiares contadas por estranhos que o abordam nas filas dos bancos, propondo-se a transferir valores para a sua conta, para que possam ser sacados através de seu cartão magnético. É um conto do vigário. Chame a polícia, se o desconhecido insistir.



13) Quando seu cartão for perdido, furtado ou roubado, comunique o fato imediatamente à agência ou às centrais de atendimento de seu banco. Assim você ajudará a prevenir seu uso indevido. Em caso de furto ou roubo de cartão de crédito, registre a ocorrência na delegacia mais próxima.



14) Ao efetuar o pagamento com cartão de crédito, procure acompanhar o processo de preparação do comprovante, evitando que o cartão permaneça longe de sua vista;

15) Quando o vendedor passar o cartão pela máquina manual e amassar a fatura para jogar fora, sob a alegação de que o documento não foi bem decalcado, exija sempre que rasgue em pedaços a fatura inutilizada.



16) Preste muita atenção quando o sistema utilizado for o eletromagnético. Uma pessoa esonesta pode passar seu cartão mais de uma vez sem que você perceba.



17) Solicite sempre sua via do comprovante de venda e confira o valor declarado da compra antes de assiná-lo.



18) Em viagem, guarde seu cartão no cofre do hotel quando não for utilizá-lo.





Conselhos para evitar vigaristas





1) Não compre tapetes havidos como de procedência estrangeira de "turistas" desconhecidos em aperturas financeiras... É o conto do Magliari; são produtos nacionais de baixa qualidade, desprovidos de etiquetas, negociados como falso contrabando, por preços várias vezes superiores ao real.



2) Cuidado com benzedeiras, rezas, e despachos. Denuncie os exploradores da credulidade pública e jamais permita que um deles entre em sua casa.



3) Não acredite em "honrosas ofertas" de compra de lotes de terreno por telefone. Há malandros que vivem à custa do chamado trabalho de macaco, ou seja, conversa fiada pelo telefone para impingir terrenos "frios" aqueles que crêem estar falando com pessoas de projeção.



4) Reserve seus donativos e óbulos para entidades idôneas credenciadas pelo Serviço Social do Estado e Serviço de Fiscalização das Associações de Caridade. Não confie na conversa de angariadores que não exibam credenciais legítimas.



5) Não acredite em "Revelações" e Profecias feitas por ciganas que apareçam em sua casa. Elas só desejam se apropriar de seus valores. Chame a polícia.



6) Uisque falsificado é antes de tudo um produto nocivo a sua saúde. Acautele-se contra os espertalhões que vendem gato por lebre.



7) Quando estiver transportando valores não se deixe distrair por qualquer motivo. Cuidado com os descuidistas que vigiam e que querem furtá-lo.



8) Não dê esmolas pelo telefone ou pelo correio. No geral quem solicita dessa forma não tem coragem de fazê-lo pessoalmente. É vigarice.



9) Ao vender qualquer de seus bens, não se impressione com o alto preço ofertado, investigue antes a idoneidade do comprador.



10) Não se deixe levar pelas promessas de curandeiros e charlatões que falam em curas milagrosas. Eles só querem apropriar-se de seu dinheiro em prejuízo de sua saúde.



11) Desconfie sempre do fiscal rigoroso que rapidamente se prontifica a quebrar o galho mediante propina - é um malandro. Chame o policial mais próximo.



12) Não confie a guarda ou o transporte de valores a menores ou pessoas inexperientes. Se for obrigado a fazê-lo, alerte-os contra a ação dos vigaristas que agem nos centros bancários.



13) Ao fazer negócios com desconhecidos não se deixe embair por referências favoráveis colhidas em fontes igualmente desconhecidas. Procure confirmar as informações recebidas com pessoas de sua confiança.



14) Ao investir suas economias em um consórcio, não acredite em todas as promessas do vendedor e leia com atenção o contrato que vai assinar para não se arrempeder mais tarde.



15) Pessoa simplória que o aborda na rua com um bilhete premiado para receber é um malandro que deseja lesá-lo. Chame o policial mais próximo.



16) Se você for interpelado por alguém que se diz policial, exija a exibição de sua cédula de identidade funcional. É um direito seu e sua garantia.



17) Cheque visado dado em pagamento por desconhecidos, fora do expediente bancário, deve ser confirmado pelo banco sacado antes de ser aceito como dinheiro em espécie.



18) A Casa da Moeda não tem filiais. Não acredite em métodos especiais de reproduzir dinheiro verdadeiro. É o conto da guitarra, chame a polícia.



19) Agências de emprego que cobram taxas antecipadas, a pretexto de conseguir colocações, não passam de arapucas disfarçadas. Denunciem-nas.



20) Desconfie sempre do providencial mecânico que aparece quando seu carro enguiça na rua sem motivo aparente. É o conto do mergulho.



21) Seu carnê foi premiado? Parabéns! Todavia não pague nada a ninguém até certificar-se sobre o resultado do sorteio.



22) A ambição desmedida do lucro fácil favorece o engodo preparado pelos vigaristas. Não se deixe levar por ofertas fabulosas e negócios da China.



23) Ao ser procurado por um desconhecido que lhe dá uma notícia trágica, não se precipite. Procure antes a confirmação e não lhe entregue dinheiro.



24) Não confie sua carga a carreteiros desconhecidos, portadores de documentação duvidosa. O frete poderá custar mais caro do que você pensa.



25) Negócios muito vantajosos que surgem da noite para o dia geralmente dissimulam um bem engedrado conto do vigário. Tenha cuidado!.





Conselhos na hora de viajar





1) Não troque dinheiro com carregadores, agenciadores ou desconhecidos que o abordarem em aeroportos e estações rodoviárias ou ferroviárias. Procure casas de câmbio ou Bancos autorizados.



2) Utilize somente os serviços de taxi cujos motoristas tenham identificação pessoal à vista. Não use taxi que esteja fora do ponto oficial.



3) Não abra a porta de seu apartamento sem identificar com segurança o visitante. Mantenha-a permanentemente trancada.



4) Guarde todos seus valores no cofre forte do hotel, inclusive passaporte e passagens de volta.



5) Evite ostentar jóias caras e nem exiba grandes quantidades de dinheiro.



6) Não atenda funcionários do hotel que queiram oferecer serviços não solicitados. Comunique à Gerência.



7) Evite carregar consigo passaporte e cheques de viagem. Em caso de extravio, furto ou roubo comunique imediatamente à Polícia local.



8) Não ande sozinho em becos, vielas e locais desertos; Acautele-se contra pessoas desconhecidas que o abordarem em casas de diversão.



9) Em restaurantes abertos não pendure bolsas, máquinas fotográficas ou câmeras de vídeo nas cadeiras e nem as coloque no chão.



10) Não revele seus dados pessoais a pessoas desconhecidas ainda que sejam eventuais companheiras de viagem.



11) Quando usar cartão de crédito, não o perca de vista. Exija que seja utilizado na sua presença e confira com segurança o comprovante do vendedor.



12) Durante os traslados, vigie de perto e ininterruptamente sua bagagem. Use etiquetas grandes e/ou coloridas que permitam a fácil identificação de suas malas nas esteiras ou balcões de entrega.

Chegou

Seja benvindo colega ,
Vamos ajudar na evolução indvidual e coletiva o nosso planeta.
Todos podemos fazer alguma coisa.
http://twitter.com/JMSZEKA
http://jmszeka.blogspot.com

Pesquisar este blog

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
Pesquisador e aficcionado por geopolitica http://twitter.com/JMSZEKKA .